Textos

CERTIDÃO DE NASCIMENTO
Sou fruto
Do caso de amor
Entre o rio
E a lua

Sou feita de um calor
Que flutua

Mas fui gestada no Rio
Com seus silêncios
E suas maresias

Da Lua herdei
As fases
A claridade
E a melancolia

Mas fui parida pelo Rio
Nasci das entranhas
do barro

O Rio
se fez mãe
e se abriu para me entregar
ao mundo

A Lua
Minha outra mãe
apenas sorriu
com seu amor profundo

Sou assim
filha sem pai
toda feita feminina

Só tenho
um nome faceiro
e dentro dele
cabe até o mundo
inteiro

Sou toda feita
do tecido
da noite

Sem eclipse
Sem guerreiros


(A partir de agosto estarei visitando escolas do ensino médio para conversar sobre o meu poema e outras leituras do vestibular deste ano da UNIFAP. Entre em contato comigo para agendar a sua escola)
carla nobre
Enviado por carla nobre em 11/07/2011
Alterado em 12/07/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr